As pesquisas sobre políticas inclusivas: em busca de contexto (Researches about inclusive policies: in search of context)

Autores

  • Hildete Pereira Anjos Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
  • Ivanilde Apoluceno Oliveira Universidade do Estado do Pará

DOI:

https://doi.org/10.22476/revcted.v3i1.90

Palavras-chave:

Políticas públicas. Deficiências. Educação inclusiva. Atendimento Educacional Especializado.

Resumo

O artigo analisa as relações entre as políticas educacionais relativas à deficiência e as dinâmicas socioeducacionais, com base na produção acadêmica brasileira em revistas indexadas na base de dados Scielo, desde 2010. Foram utilizados os descritores “educação especial”, “inclusão” e “deficiência”. Uma concentração das publicações em revista específica (educação especial), com disseminação em revistas de educação em geral foi observada. Organizados nas categorias “política” e “aplicação”, os trabalhos da primeira categoria se concentraram em analisar as bases conceptuais, com pouca ênfase nas relações com o contexto global e as políticas municipais, enquanto os da segunda tiveram maior ênfase na capacitação dos agentes, situando no professor e em sua formação a maior parte das dificuldades da política, havendo poucas tentativas de relacionar a atual política com a produção de exclusão social.

Biografia do Autor

Hildete Pereira Anjos, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Faculdade de EducaçãoNucleo de Educação Especial

Ivanilde Apoluceno Oliveira, Universidade do Estado do Pará

Programa de Pós-Graduação em EducaçãoUniversidade do Estado do Pará

Referências

BAPTISTA, C. R. Ação pedagógica e educação especial: a sala de recursos como prioridade na oferta de serviços especializados. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 17, p. 59-76, maio-ago., 2011. Edição Especial.

BENITEZ, P.; DOMENICONI, C. Capacitação de agentes educacionais: proposta de desenvolvimento de estratégias inclusivas. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n. 3, p. 371-386, jul.-set., 2014.

BEZERRA, G.; ARAÚJO, D. A. C. Em busca da flor viva: para uma crítica ao ideário inclusivista em educação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 34, n. 123, p. 573-588, abr.-jun. 2013. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 30 mar. 2015.

BEZERRA, G.; ARAÚJO, D. A. C. Novas (re)configurações no Ministério da Educação: entre o fio de Ariadne e a mortalha de Penélope. Revista Brasileira de Educação, v. 19 n. 56, p. 101-124, jan.-mar. 2014.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16690-politica-nacional-de-educacao-especial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva-05122014&Itemid=30192>. Acesso em 07 jul. 2017.

BRIANT, M. E. P.; OLIVER, F. C. Inclusão de crianças com deficiência na escola regular numa região do município de São Paulo: conhecendo estratégias e ações, Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 18, n. 1, p. 141-154, jan.-mar., 2012.

COELHO, C. L. M. Cenas da inclusão: modelos e intervenções em experiências portuguesa e brasileira. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 94, n. 236, abr. 2013.

DINIZ, D. O que é deficiência. São Paulo: Brasiliense, 2007.

DINIZ, D.; BARBOSA, L. Definições – um gesto político para nominar o silêncio. Disponível em: <http://nau.fflch.usp.b/sites/nau.fflch.usp.br/files/upload/paginas/Diniz_Barbosa. Acesso em: 10 fev. 2013.

DORZIAT, A. O profissional da inclusão escolar. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 150, dez. 2013.

FAVORETTO, N. C. e LAMONICA, D. A. C. Conhecimentos e necessidades dos professores em relação aos transtornos do espectro Autístico. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n. 1, p. 103-116, jan.-mar., 2014.

FIORINI, M. L. S. e MANZINI, J. E. (2014); inclusão de alunos com deficiência na aula de educação física: identificando dificuldades, ações e conteúdos para prover a formação do professor. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 20, n. 3, p. 387-404, jul/set, 2014.

GARCIA, R. M. C. Política de educação especial na perspectiva inclusiva e a formação docente no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 18, n. 52, jan.-mar. 2013. p. 101-119.

GREGUOL, M.; GOBBI, E.; CARRARO, A. Formação de professores para a educação especial: uma discussão sobre os modelos brasileiro e italiano. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 19, n. 3, set. 2013.

HARLOS, F. E.; DENARI, F. E.; ORLANDO, R. M. Análise da estrutura organizacional e conceitual da educação especial brasileira (2008-2013). Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n. 4, Dec. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382014000400003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 30 mar. 2015.

JANNUZZI, G. M. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao início do século XXI. 2 ed. Campinas-SP: Autores Associados, 2006.

LAPLANE, A. L. F. Condições para o ingresso e permanência de alunos com deficiência na escola. Cadernos Cedes, Campinas, v. 34, n. 93, p. 191-205, maio-ago. 2014.

LOPES, E.; MARQUEZINE, M. C. Sala de recursos no processo de inclusão do aluno com deficiência intelectual na percepção dos professores. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 18, n. 3, set. 2012.

MACEDO, M. C. S. R. et al. Histórico da inclusão escolar: uma discussão entre texto e contexto. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 19, n. 2, p. 179-189, abr./jun. 2014.

MAZZOTA, M. J. S. Educação especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 2003.

MELO, F. R. L. V.; PEREIRA, A. P. M. Inclusão escolar do aluno com deficiência física: visão dos professores acerca da colaboração do fisioterapeuta. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 19, n. 1, p. 93-106, jan.-mar., 2013.

MENDES, Enicéia G.; PICCOLO, Gustavo. Contribuições a um pensar sociológico sobre a deficiência. Educação e Sociedade, Campinas, v. 34, n. 123, p. 459-475, abr.-jun. 2013.

MENDES, E. G.; CIA, F. Constituição de uma Rede Colaborativa de Pesquisa: o Observatório Nacional de Educação Especial (ONEESP). Ciências Humanas e Sociais em Revista, Rio de Janeiro, EDUR, v. 34, n. 12, jan.-jun., 13-29, 2012.

MENDES, E. G; ALMEIDA, M. A. e TOYODA, C. Y. Inclusão escolar pela via da colaboração entre educação especial e educação regular. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 41, p. 81-93, jul.-set. 2011. Editora UFPR.

OLIVEIRA, A. A. S.; DRAGO, S. L. S. A gestão da inclusão escolar na rede municipal de São Paulo: algumas considerações sobre o Programa Inclui. Ensaio: avaliação de políticas públicas educacionais [online]. 2012, vol. 20, n. 75, p. 347-372. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40362012000200007&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 29 mar. 2015.

OLIVEIRA, M. A. M. e SOUZA, S. F. Políticas para a inclusão: estudo realizado em uma Escola Estadual de Belo Horizonte. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 42, p. 245-261, out.-dez. 2011. Editora UFPR.

PRIETO, R. G.; PAGNEZ, K. S. M. M.; GONZALEZ, R. K. Educação especial e inclusão escolar: tramas de uma política em implantação. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 39, n. 3, set. 2014.

RAHME, M. M. F. Inclusão e internacionalização dos direitos à educação: as experiências brasileira, norte-americana e italiana. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 1, mar. 2013.

TADA, I. N. C. et al. Conhecendo o Processo de Inclusão Escolar em Porto Velho – RO. Psicologia: Teoria e Pesquisa. Jan-Mar, v. 28 n. 1, p. 65-69, 2012.

TOLEDO, E. H. de; VITALIANO, C. R. Formação de professores por meio de pesquisa colaborativa com vistas à inclusão de alunos com deficiência intelectual. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 18, n. 2, jun. 2012.

TRINANES, M. T. R.; ARRUDA, S. M. C. P. Atividades de vida autônoma na escola de tempo integral: aluno com deficiência visual - perspectivas educacionais. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n. 4, dez. 2014.

VASQUES, C. K.; MOSCHEN, S.; GURSKI, R. Entre o texto e a vida: uma leitura sobre as políticas de educação especial. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 1, mar. 2013.

VILARONGA, C. A. R.; MENDES, E. G. Ensino colaborativo para o apoio à inclusão escolar: práticas colaborativas entre os professores. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 95, n. 239, abr. 2014.

Downloads

Publicado

2017-08-15

Como Citar

Anjos, H. P., & Oliveira, I. A. (2017). As pesquisas sobre políticas inclusivas: em busca de contexto (Researches about inclusive policies: in search of context). Crítica Educativa, 3(1), 101–115. https://doi.org/10.22476/revcted.v3i1.90